“Esse livro é para todo mundo que está sofrendo ou encontrando o sofrimento ao lado…”

“Em À beira do abismo, Joan Halifax une pesquisas científicas e suas próprias experiências pessoais poderosas como ativista social e humanitária para mostrar como podemos transformar nossos maiores desafios com compaixão e sabedoria. É uma leitura essencial para o nosso tempo.
Arianna Huffington

Qual a diferença entre empatia e compaixão? Como lidar com tanto sofrimento em nós e nos outros sem colapsar? Diante de tantos problemas sociais e ambientais, fruto de desconexão e ignorância, como podemos nos fortalecer como agentes de compaixão e sabedoria no lugar onde já estamos?

Nos últimos quatro anos, mais de 1000 pessoas de todos os estados do Brasil e de 20 países estudaram juntas os livros Um coração sem medo (Thupten Jinpa), O poder de uma pergunta aberta e A lógica da fé (da própria Elizabeth Mattis-Namgyel) e Quando tudo se desfaz (Pema Chödrön). Dessa vez, vamos nos debruçar por 15 semanas em um livro que integra e aprofunda tudo o que exploramos em comunidade nesses estudos anuais: À beira do abismo, de Roshi Joan Halifax, inteiro sobre o poder da compaixão.

À Beira do Abismo é uma verdadeira uma aula sobre compaixão e transformação social, incluindo práticas detalhadas, relatos comoventes e diversas pesquisas científicas reunidas por Roshi Joan Halifax em décadas de sua vasta experiência. Um livro perfeito para o nosso momento no mundo e especialmente no Brasil!

Algumas semanas serão conduzidas por Jeanne Pilli (tradutora do livro e professora de compaixão pelo método Cultivando o Equilíbrio Emocional), Cristiano Ramalho (formado pelo Treinamento do Cultivo da Compaixão, criado por Thupten Jinpa), Lia Beltrão, Fábio Rodrigues e Gustavo Gitti. Além disso, teremos um encontro especial com Ven. Tenzin Chogkyi e outro com a própria Roshi Joan Halifax!

Quando contamos sobre nosso estudo anual e pedimos suas bênçãos, veja o que Roshi Joan nos enviou de sua cabana de retiro nas montanhas (ative a legenda no canto inferior direito do vídeo):




Pedimos para Kaz Sensei contar um pouco sobre a vida de sua grande amiga Roshi Joan Halifax


Quero participar!

Sobre o livro

“Pessoas de todos os lugares serão beneficiadas pela verdade e pela sabedoria de Roshi Joan. Sua coragem vai tocar os corações de todos os que desejam criar um mundo melhor e sua mensagem direta vai levá-los à ação.”

Jody Williams (professora e ativista laureada com o Prêmio Nobel da Paz em 1997)

Roshi Joan Halifax enriqueceu milhares de vidas em todo o mundo por meio de seu trabalho como humanitária, ativista social, antropóloga e professora budista. Por muitas décadas, ela também colaborou com neurocientistas, médicos e psicólogos para entender como a prática contemplativa poderia ser um veículo para a transformação social. Por meio de sua formação incomum, ela desenvolveu uma compreensão de como nossos maiores desafios podem se tornar a fonte mais valiosa de sabedoria — e como podemos transformar nossa experiência de sofrimento em poder compassivo para o benefício dos outros.

Halifax identificou cinco territórios psicológicos que ela chama de Estados Limite: altruísmo, empatia, integridade, respeito e engajamento. E descobriu como a compaixão impede que essas inteligências se distorçam em diversos tipos de sofrimento: altruísmo patológico, angústia empática, sofrimento moral, desrespeito tóxico e burnout.

Contando as experiências de cuidadores, ativistas, humanitários, políticos, pais e professores, corporificando a sabedoria das tradições Zen e as práticas de atenção plena, e enraizado na pesquisa inovadora de Halifax sobre compaixão, À Beira do Abismo está destinado a se tornar um clássico contemporâneo.



Quem vai conduzir os 15 encontros?

Além dos encontros conduzidos por Fábio Rodrigues e Gustavo Gitti, coordenadores da comunidade, teremos convidadas muito especiais para nos conduzir em algumas semanas. E teremos um encontro de perguntas e respostas com a própria Roshi Joan Halifax! E a tradução dos encontros em inglês será feita pela querida Jeanne Pilli (não fica melhor do que isso!).

Roshi Joan Halifax, PhD, é professora budista, sacerdotiza zen, antropóloga, escritora e ativista. Ela é Fundadora, Abadessa e Professora Diretora do Upaya Zen Center, um monastério budista em Santa Fé, Novo México. Estudou por uma década com o professor Zen Seung Sahn na Escola Zen Kwan Um, recebeu a Transmissão da Lâmpada de Thich Nhat Hanh e também o Inka de Roshi Bernie Glassman. Obteve seu doutorado em antropologia médica em 1973. Acompanhou muitas pessoas em processo de morte e lecionou sobre o morrer em muitas instituições acadêmicas, incluindo a Harvard Divinity School e a Harvard Medical School, a Georgetown Medical School, a University of Virginia Medical School, a Duke University Medical School University of Connecticut Medical School, entre muitas outras. Recebeu uma bolsa da National Science Foundation em Antropologia Visual e foi pesquisadora honorária em Etnobotânica Médica na Universidade de Harvard. De 1972 a 1975, trabalhou com o psiquiatra Stanislav Grof, no Centro de Pesquisa Psiquiátrica de Maryland, em um trabalho pioneiro com pacientes terminais com câncer, utilizando o LSD como um complemento à psicoterapia. Depois do projeto LSD, continuou a ensinar leigos e profissionais de saúde a cuidarem compassivamente das pessoas à beira da morte. É diretora do projeto Being with Dying (Presente no Morrer) e fundadora do projeto Upaya Prison, que desenvolve programas de meditação para prisioneiros. Nos últimos quarenta anos, também tem atuado ativamente nos problemas ambientais.

Venerável Tenzin Chogkyi é uma monja budista ordenada por Sua Santidade o Dalai Lama. Seu interesse no caminho budista começou na década de 70 e se aprofundou em uma série de retiros longos de meditação. Atualmente a Ven. Tenzin Chokgyi ensina pela rede do FPMT (sob orientação de Lama Zopa Rinpoche) e também é uma das professoras do programa Cultivando o Equilíbrio Emocional, criado por Alan Wallace e Paul Ekman, e do programa Treinamento do Cultivo da Compaixão, criado por Thupten Jinpa. Há mais de uma década, apoia pessoas no processo da morte e também ensina em prisões. Em nosso estudo, conduzirá uma semana diretamente de sua casa na Califórnia.

Jeanne Pilli é farmacêutica formada pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP. Atua ainda como consultora em projetos especiais de saúde e bem-estar com instituições como InCor-SP. Há 20 anos dedica-se à prática de meditação dentro da tradição budista. É aluna do Lama Alan Wallace e do Lama Padma Samten. É tradutora de vários livros budistas e intérprete de diversos professores, em especial Lama Alan Wallace, Jetsunma Tenzin Palmo, Tenzin Wangyal Rinpoche e convidados da Tibet House Brasil. Em agosto de 2013, recebeu a certificação no Programa Cultivating Emotional Balance, com Eve Ekman e Alan Wallace, e desde então vem se dedicando a ensinar o programa para diversos públicos e em diferentes contextos. Em 2017, passou a fazer parte do Board Internacional e foi autorizada a oferecer a formação de professores do CEB no Brasil, junto com Elisa Kozasa. Desde 2018 já formou diversas turmas de professores do método pelo curso de especialização em “Gestão Emocional nas Organizações”, parte do programa de pós-graduação do Hospital Israelita Albert Einstein.

Cristiano Ramalho é professor certificado do programa Compassion Cultivation Training – CCT (Treinamento do Cultivo da Compaixão), pelo Centro de Pesquisa e Ensino de Compaixão e Altruísmo (CCARE) da Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford (Califórnia, EUA) e pelo Compassion Institute. Também é professor certificado do programa Cultivando o Equilíbrio Emocional pelo Santa Barbara Institute for Consciousness Studies. É bacharel em História pela Universidade de Brasília (UnB) e praticante Aikido desde 2009, atualmente como faixa-preta pela Aikikai Foundation (1º Dan), do Japão.

Lia Beltrão é jornalista, praticante budista sob orientação do Lama Padma Samten e editora da Revista Bodisatva. Também tem trabalhado com revisão e tradução de livros budistas, e traduziu os dois livros da Lama Elizabeth Mattis-Namgyel para o português. É também facilitadora do Trabalho Que Reconecta (TQR), metodologia desenvolvida pela ativista, eco-filósofa e estudiosa do budismo Joanna Macy. Inspirada na visão desses professores, tem explorado — dentro de sua própria prática e através do trabalho em grupo — uma área de interseção entre mundo interno e ação no mundo. Além de conduzir o estudo por uma semana, Lia está facilitando o “Sentar em roda” focado no “Pensamento profundo, ação eficaz”, laboratório de autoorganização, sonho coletivo e transformação social que acontece semanalmente em nossa comunidade.

“Não tenho o livro e tenho pouco tempo para tanta coisa…”

Não se preocupe! Você pode começar sem ter o livro e depois ler sem pressa apenas o trecho da semana, assim que o livro chegar. E você pode se beneficiar focando simplesmente no encontro da semana (ao vivo ou pela gravação) e em apenas uma prática ou meditação guiada, sem seu próprio tempo.

Dois presentes para as primeiras 100 pessoas que entrarem na comunidade!

As primeiras 100 pessoas que entrarem na comunidade pela primeira vez vão receber um código para comprar o livro com frete grátis e ganhar junto dois presentes pelo correio (veja imagens abaixo): uma pintura de Fábio Rodrigues e um cartão grande com a foto de uma escultura que a Roshi Joan adora.

Então, em vez de já comprar o livro primeiro e depois entrar na comunidade, sugerimos que entre agora no lugar para não correr o risco de não receber os presentes. Se você deixar para entrar mais no fim do mês, não podemos garantir.

Se você já tem o livro e não participa do lugar, não tem problema algum. Você pode entrar e comprar mais um para ganhar os presentes — depois é só dar um dos livros para uma amiga, por exemplo.

Pintura | Na tradição Zen, os círculos (円相: Ensō) simbolizam a iluminação — a liberação do sofrimento e o florescimento completo da sabedoria e compaixão. Para apoiar o lançamento do livro, com as bençãos da Roshi Joan Halifax, Fábio Rodrigues criou 200 pinturas de Ensō. Cada peça é única e original, tamanho 32 x 33 cm, feita com tinta de carvão sobre papel reciclável, assinada com selo e tinta tradicional de cinábrio.

Cartão | “Bodisatva Avalokiteshvara de mil braços em pé”, escultura de Enkū (1632–1695), monge, poeta e escultor japonês — uma das imagens preferidas da Roshi Joan Halifax (no verso do cartão, deixamos um koan sobre as mil mãos e olhos da compaixão, que Roshi Joan analisa no livro).

Ah, você receberá também um cartão com essa imagem do modelo heurístico A.B.I.D.E., criado por Roshi Joan Halifax para evidenciar as diferentes inteligências que resultam na compaixão.

Convide duas pessoas!

Temos percebido que muitas pessoas que participam da comunidade estão convidando amigas e parentes, pois facilita ter alguém próximo imerso nas mesmas práticas e contemplações. Portanto, se quiser potencializar seu aprofundamento, sugerimos que você convide duas pessoas queridas para o intensivo. Nossa transformação só vai se tornar natural e contínua se a rede ao nosso redor mudar também.

É só ligar para a pessoa ou enviar o link para essa página: olugar.org/abismo

Se preferir, você pode dar de presente: olugar.org/presente

Quer participar?

Como o estudo é online (em vídeo), pessoas de todos os lugares poderão participar! Serão 15 encontros semanais, sempre às segundas, das 19h30 às 21h30 (horário de Brasília), a partir de 2 de agosto. Não há problema algum se você não puder participar ao vivo: tudo é gravado e os vídeos ficam disponíveis em uma página especial junto com referências de aprofundamento, práticas sugeridas, meditações guiadas e espaço de relatos.

A participação no estudo é inseparável da participação na comunidade do lugar. A cada semana, além do encontro principal, temos meditação ao vivo nas manhãs de silêncio (gravadas para você praticar a qualquer momento) e o “Sentar em roda” agora focando em “Pensamento profundo, ação eficaz”, no qual fortalecemos a inteligência da autoorganização em rede. Apostamos em continuidade e em comunidade, não em ações isoladas e pontuais.

Ao longo dos últimos anos também oferecemos diversos ciclos de aprofundamento (como os mais recentes “Intensivo SIM”, “Vida e Morte” e “Mãos e olhos da compaixão”) e estudos anuais por pelo menos 12 semanas — já estudamos os livros Um coração sem medoQuando tudo se desfaz, O poder de uma pergunta aberta e A lógica da fé. Todos os vídeos, áudios e materiais desses ciclos, intensivos e estudos seguem disponíveis para quem entrar agora.

Se você já participa do lugar, é só colocar na agenda e relaxar. Se participava e deu um tempo, é só voltar.

Se deseja entrar no lugar para participar do estudo, veja abaixo como funciona. O intensivo é mais um dos movimentos que fazemos de modo contínuo para apoiar o florescimento das pessoas.

O que é o lugar?

O lugar é uma comunidade online para pessoas dispostas a fazer o trabalho (diário, paciente e às vezes sujo) da transformação. Cada pessoa é desafiada a se familiarizar com seu mundo interno e investigar diretamente, colocando à prova da experiência: Como a gente se transforma, pra valer, sem oba-oba ou fogos de artifício, com o pé no chão do cotidiano? O que é felicidade genuína? Como aproveitar os problemas nos relacionamentos, no trabalho, nas finanças, na vida em geral, em um caminho de florescimento humano? Como viver mais em comunidade?

Uma prática por semana, todos juntos

Cada vez mais desconfiamos de ações isoladas e pontuais, de epifanias de fim de semana. Apostamos em continuidade, em praticar e tornar vivo o que já estamos cansados de entender. A cada semana, todos os participantes do lugar se juntam para experimentar uma prática e conversar sobre suas experiências, afinal estamos sofrendo do mesmo adoecimento coletivo: ansiedade, depressão e falta de sentido, ciúme e carência, raiva e competição…

Para você entrar e participar do lugar

Para entrar e participar, o valor é R$ 96* por mês, via cartão de crédito. Se quiser fazer por depósito bancário, clique aqui. Se você fala português, mas não é brasileiro (não tem CPF), escreva para nós: coordenacao@olugar.org

O lugar é uma empresa bem pequena. Somos sustentados pela generosidade direta dos participantes, que se alegram em apoiar esse trabalho.

A liberação de acesso é imediata e você pode cancelar a qualquer momento. Para entrar via cartão de crédito, clique abaixo. Assim que entrar, receberá o código para comprar o livro com frete grátis e receber os presentes acima. ;-)



Quero Entrar

*Se você você sentir que esse valor não se adequa à sua realidade (especialmente se estiver em situação de vulnerabilidade social), não deixe que dinheiro seja um obstáculo. Isso só é possível pela generosidade de todos os participantes atuais. Preparamos uma página especial para você pedir o apoio da comunidade.

É realmente uma alegria poder estudar esse livro em grupo por 4 meses. Todo mundo está convidado! Será um prazer seguir mais junto de você!