Lama Padma Samten – Fotografia de Michelle Magrini

Está no ar o primeiro episódio do podcast do lugar! Vamos deixar apenas um gostinho do que estamos estudando e praticando incessantemente em nossa comunidade online, com mais de mil participantes de todo o Brasil e do mundo! Serão trechos curtos de apenas alguns encontros ao vivo, que normalmente duram 1h30, às vezes sobre a prática da semana e às vezes como parte de algum ciclo. A edição é do querido Daniel Cunha, um dos criadores do podcast Coemergência.

Neste primeiro episódio, deixamos um trecho da abertura do intensivo SIM 2021, em que Lama Padma Samten explorou uma imagem de Mestre Dogen, da tradição Zen: no inverno no Japão, mesmo que só haja neve por todo lado, basta surgir uma flor de ameixeira para instaurar a primavera. “Não há a possibilidade das flores serem vencidas”, diz o lama.

“Uma flor abre o mundo” – Pintura de Kazuaki Tanahashi para o Lama Padma Samten

“Quando a velha ameixeira se abre de repente, surge o mundo das flores desabrochando. No momento em que surge o mundo das flores desabrochando, a primavera chega. Há uma única flor que abre cinco pétalas. Neste momento de uma única flor, há três, quatro e cinco flores, centenas, milhares, miríades, bilhões de flores — flores incontáveis. Essas florações são não-envaidecidas de um, dois ou incontáveis ramos da velha ameixeira. Uma flor de udumbara e flores de lótus azul também são um ou dois ramos das flores da velha ameixeira. Florescer é a oferenda da velha ameixeira.”

—Eihei Dogen, no fascículo “Flores de Ameixeira” (梅華: Baika)

Se quiser ouvir o podcast do Thiago Ávila, venha aqui.

Estamos em diversos agregadores de conteúdo, basta buscar por “podcast do lugar”. Para quem tem Spotify e deseja seguir, estamos aqui. Se tem outro gerenciador de podcast, aqui está o RSS para assinar.

O intensivo SIM está todo disponível para quem entrar agora. Veja como foi: olugar.org/sim